quinta-feira, 29 de maio de 2014

EXEMPLO DE PROCEDIMENTO

Sempre estamos reforçando aos nossos visitantes que pratiquem os PROCEDIMENTOS  (vide link no menu do lado direito)
Quando vemos que o profissional se empenha para colocar os procedimentos em prática, ficamos felizes pois a solução é quase imediata, veja abaixo o que ele nos enviou para a identificação de um implante que apareceu em seu consultório.




A PERIAPICAL pode não estar legal, mas ele não parou por aí, veja abaixo a próxima imagem.







FOTOGRAFOU A PLATAFORMA DO IMPLANTE, o que deu para observar que existe um anel saliente (alto relevo) na base, observamos também  que antes de chegar no hexágono (parede interna) verificamos uma parte lisa... 





FOTOGRAFOU O COMPONENTE (inermediário, se não tivesse poderia ser a prótese ou o que estivesse instalado no implante)
Observem que a foto A não diz muita coisa, pois a pate do encaixe esta sem travamento (sem hexágono) mas a foto B nos mostra que existe um anel baixo relevo, este encaixa no anel alto relevo do implante.
A

B   

 Se colocar um componente sem esse "canalzinho" (baixo relevo) sobre o implante, não vai dar assentamento, pois ambos tem que encaixar ("tipo macho e fêmea").

TEMOS ATÉ ESTE PONTO 50% DA SOLUÇÃO, pois por eliminação já sabemos que implante é, porem existem compatibilidades... o que esta faltando???????

50% da solução A ROSCA, veja a seguir;

TESTOU A ROSCA do implante, isso poderia ser feito utilizando um parafuso da UCLA branemark 4.1, é um parafuso comum que a maioria dos profissionais da área tem,  testar nos informar o ocorrido, mas no caso do Dr Marcus, não somente mediu com um especímetro mas também fotografou a medição!!

C
D










CASO SOLUCIONADO!

PARABÉNS DR MARCUS PELO EMPENHO E PROFISSIONALISMO!
Não esperamos que todos façam 100% dos procedimentos, as vezes existem algumas dificuldades, mas que se esforcem para obter o máximo de informações possíveis para podermos ajuda-los.


contato      
unica.me@hotmail.com